CASA COR GOIAS CAPA.jpg
arquitetura Abstracto

CASA

Refúgio

Arquiteto Lucas Machado traduz abrigo do lar em ambiente minimalista na Casa Cor Goiás 2022

Não há nada como se sentir em casa. E é essa a sensação que o arquiteto Lucas Machado quer instigar com o seu ambiente na Casa Cor Goiás 2022, a Casa Refúgio. Com 73m², o espaço foi intimamente inspirado no tema desta edição da mostra, Infinito Particular. Em meio à predominância de tons claros, iluminação pontual, contrastes sutis e uma atmosfera minimalista, o espaço abraça seus visitantes e os convida a parar e respirar, perceber os detalhes, desacelerar, se permitir sentir cada sensação com calma.

 

“A inspiração para esse projeto me veio a partir dos últimos dois anos que nós vivemos com as incertezas da pandemia. Foi um período em que o cenário mais frequentado foi a nossa casa e em que ela precisou se tornar ainda mais um refúgio. Então, a ideia é transmitir acolhimento, proporcionar que as pessoas visitem o ambiente e consigam sentir esse abrigo, um abraço acolhedor”, conjectura o profissional.

O arquiteto investiu na predominância de cores neutras, como branco e bege, justamente para transparecer leveza e compor uma atmosfera de suavidade. “Ficar em casa não pode ser cansativo ou desagradável, e é justamente essa a essência do ambiente, por isso os tons suaves para promover relaxamento. Em meio a todos os possíveis problemas que cada um pode estar enfrentando, a pessoa ainda pode chegar em casa e ter o seu refúgio particular”, acrescenta.

 

O ambiente é integrado, tendo somente uma divisória por meio de um brise, que ainda assim mantém a unidade do todo. A ideia é permitir maior interação, um alcance genuíno a partir da proximidade, da ligação entre as pessoas. Desse modo, os diferentes espaços que compõem a Casa Refúgio, estar com jantar, cozinha, quarto e banheiro, se unificam em uma harmonia acolhedora, sem deixar de lado a funcionalidade. A presença de um home office enfatiza o quanto o período recente exigiu adaptações para tornar a vida mais prática.

 

Soma-se à paleta suave proposta pelo arquiteto um jogo de contrastes sutis com a presença de elementos naturais, como a madeira, o piso que remete a pedras naturais e o paisagismo. Na sala de jantar, por exemplo, Lucas propôs uma espécie de envelopamento que chama a atenção para a predominância da madeira e o paisagismo que dá um toque especial. O banco que circula a mesa de jantar traz uma floreira com espécies de plantas naturais que agregam mais frescor ao local.

No mobiliário, linhas e curvas se divertem de maneira tênue, quase que despretensiosamente. Bancos e banquetas estão dispostos pelos espaços e criam um elegante movimento geométrico que torna o visual mais dinâmico. Destaque para a Cama Piuma, criação do designer italiano Claudio Bellini. “É uma peça que atrai o olhar para o centro do ambiente por meio do seu design limpo e minimalista”, afirma. Acima da cabeceira, duas obras de impacto consagram o local como o coração da casa.

A iluminação, inteiramente automatizada, segue uma proposta igualmente clean, com focos de luz pontuais que dialogam com o propósito de aflorar a calmaria. No banheiro, o arquiteto utilizou uma tela tensionada que passa a impressão de que o teto está aberto e recebendo luz natural no seu interior. Ainda, a parede do banho, que segue até o quarto, recebeu um revestimento cimentício de tom neutro que imita a textura de tijolos e tem pequenos cristais como ponto de luz.

“A casa sempre será um refúgio para todos nós. E é transmitindo leveza, serenidade, conforto e aconchego que podemos tocar as pessoas. São sensações que estão atreladas à paz interior, ao bem-estar, ao refúgio íntimo que temos dentro de nós e que o branco traduz tão bem por ser a cor da suavidade e a cor da própria luz ao refletir todas as outras cores. A Casa Refúgio é um abrigo de possibilidades que permite a cada visitante se sentir em paz”.

Com o tema “Infinito Particular”, a Casa Cor Goiás 2022 inaugura no dia 20 de maio, em uma área anexa ao Garden do Flamboyant Shopping, e segue aberta à visitação até 5 de julho.